Big Data para eventos: como pode ser usado e quais as vantagens?

Big Data para eventos: como pode ser usado e quais as vantagens?

O Big Data vem sendo usado por diferentes empresas, grandes ou pequenas, de nichos variados. No mercado de eventos, esses dados servem como suporte para o sucesso, entregando mais confiabilidade às estratégias e otimizando os recursos.

Porém, você realmente sabe o que é essa ferramenta? Qual é a importância do Big Data para eventos? Se tem essas dúvidas, vamos esclarecê-las neste artigo, mostrando o que você deve fazer para melhorar seus resultados. Confira!

Afinal, o que é o Big Data?

Indo direto ao ponto, Big Data é a utilização de uma enorme quantidade de dados para identificar tendências e padrões comportamentais no público, nutrindo as estratégias com informações relevantes.

A expansão do acesso à internet mudou o nosso cotidiano. Estamos sempre conectados, seja por um computador desktop ou por um dispositivo móvel, como um smartphone. Fazemos tarefas variadas, como acessar as redes sociais, visitar sites, buscar informações, fazer transações bancárias, utilizar aplicativos, entre outros.

Cada uma dessas interações gera um rastro de dados, capaz de identificar o perfil de um potencial consumidor para a marca, o que ele deseja, o que mais lhe chama a atenção.

Um exemplo prático dessa utilização é que você consegue identificar o horário de pico do seu site, com a maior visitação. Dessa forma, pode utilizar esse período para abrir a venda de ingressos do seu evento ou fazer uma boa campanha de divulgação. 

Como usar o Big Data para eventos?

Na internet, diversas fontes podem ser utilizadas para a coleta de dados, como as redes sociais, o próprio site da empresa e a rede de pesquisa. Então, o primeiro passo é saber utilizar essas oportunidades.

Integre o Google Analytics ao seu site

O Google Analytics é uma ferramenta muito poderosa, capaz de coletar e apresentar dados bem interessantes. Se você o integrar ao seu site, conseguirá ver informações como:

  • quem visitou o seu site e quantas pessoas o fizeram;
  • como eles acessaram — se foi por desktop ou um dispositivo móvel;
  • qual é o horário de pico das visitas;
  • qual é o dia da semana que recebe mais acessos;
  • como eles chegaram até o site — se foi por anúncios, redes sociais, pesquisa, busca direta, referências, entre outros;
  • quais páginas são mais acessadas;
  • qual é o tempo médio de permanência dentro do site;
  • entre outras informações.

Todos esses dados permitem entender melhor o perfil dos seus potenciais clientes e, dessa forma, traçar estratégias certeiras.

Se você está vendo que as pessoas gostam de um determinado conteúdo presente no site, crie mais materiais como esse e aumente o engajamento. Se os acessos são concentrados em uma fonte, priorize seus investimentos nela. Esses são só exemplos de ações que podem ser tomadas a partir dos dados coletados.

Acompanhe as mídias sociais

As redes sociais são ótimas ferramentas para estreitar o relacionamento dos clientes com a marca, apresentar as novidades, acompanhar as tendências, atrair novos visitantes e, claro, traçar um perfil do público.

Nos eventos, as pessoas gostam de postar fotos, vídeos, textos e utilizar hashtags — tudo isso para mostrar aos amigos que ela está presente naquele acontecimento. Com esse engajamento, é possível reconhecer se os visitantes estão gostando das atrações, o que está sendo mais procurado e o que não gerou bons resultados.

O Facebook, a maior rede social do mundo, fornece os dados pela ferramenta Facebook Insights. Nela, você obtém informações interessantes, que permitem compreender os seguintes pontos:

  • os gostos e interesses de seus seguidores;
  • informações particulares, como idade, sexo e a região do público;
  • a taxa de cliques nos conteúdos e a conversão;
  • os conteúdos que geram maior engajamento e os que não possuem um bom efeito;
  • as páginas similares que conseguem atrair a atenção do seu público.

Portanto, não despreze o poder das redes sociais e utilize o Big Data para eventos também nessas ferramentas.

Analise seus eventos anteriores

Um ponto muito importante é utilizar as suas experiências passadas para otimizar os recursos. Seus eventos anteriores, com certeza, têm muito a dizer e ensinar. Um exemplo bem simples é a análise do horário de entrada do público. Se há um pico, você pode direcionar sua equipe de organização para evitar problemas.

Verifique também a resposta dos visitantes quanto às atrações, mostrando quais delas geraram uma melhor experiência.

Compare a performance de diferentes campanhas de marketing

O marketing, principalmente marketing digital, possui várias possibilidades estratégicas. Você pode criar anúncios patrocinados no Google, impulsionar campanhas nas redes sociais, enviar e-mail marketing — tudo isso para aumentar a divulgação do seu evento e atrair mais visitantes.

Então, nada mais interessante que comparar a performance das estratégias passadas, encontrando o que foi mais interessante e, assim, otimizar os investimentos futuros.

Quais são as vantagens dessa utilização?

Agora que você já viu o que representa o Big Data para eventos e como utilizar os dados, mostraremos quais são as vantagens dessa ferramenta para o planejamento do seu próximo evento. Acompanhe!

Identifica as atrações mais celebradas

Com diferentes atrações nos seus eventos, é muito importante avaliar qual ou quais delas conquistaram o seu público. Essa análise ajuda bastante a planejar o próximo evento, colocando as atrações certas e oferecendo momentos inesquecíveis aos visitantes.

Demonstra a origem de seus visitantes

Não seria interessante descobrir que a maioria dos seus visitantes estão interagindo pelo Twitter? Com essa informação, você poderia incentivar o uso de uma hashtag, por exemplo. Isso poderia elevar o nome do seu evento, conquistando a atenção da mídia e garantindo ótimos resultados.

Otimiza seus investimentos em marketing

Para uma boa divulgação é preciso investir em campanhas de marketing. Contudo, isso deve ser feito de forma estratégica, com uma boa análise de dados. Assim, você direciona melhor cada recurso e cria um bom plano de ação.

Identifica os períodos de maior interesse

Analisando o tráfego no seu site e os momentos de maior procura por ingressos e da compra, pode-se criar estratégias para atrair os visitantes no momento certo, facilitando o processo de aquisição.

Portanto, como vimos em nosso artigo, é muito interessante utilizar o Big Data para eventos. Informação é poder e, se a sua empresa consegue extrair bons conhecimentos, as ações se tornam mais eficientes.

Seus próximos eventos serão mais promissores, com uma expectativa de criar momentos únicos e inesquecíveis ao seu público.

Gostou do nosso conteúdo sobre o Big Data para eventos? Então, compartilhe em suas redes sociais para mostrar aos seus amigos e colegas!

Sem comentários

Cancelar